Que Tal
FERREIRA GULLAR EM EXPOSIÇÃO NO BNDS

FERREIRA GULLAR EM EXPOSIÇÃO NO BNDS

A trajetória do poeta e multiartista brasileiro compilada em projeto único, homenagem aos 85 anos de trajetória de um dos maiores artistas brasileiros.

Nasceu neoconcreta a poesia suja de Ferreira Gullar lá pelos idos de 1950, junto dele Reynaldo, Theon, Amílcar, Franz, Lygia Clark e Lygia Pape. O Manifesto Neoconcreto. Quase 66 anos depois o artista poeta recebe homenagem em exposição comemorativa aos 85 anos de trajetória. Reunidos poemas, textos, livros, vídeos, objetos, fotografias, pinturas, letras de canções organizadas de forma cronológica, organizadas desde a infância te os dias atuais so artista. A exposição intitulada “Ferreira Gullar” acontece no Espaço BNDS, na Avenida República do Chile, n° 100 (próximo ao Metrô Carioca), no Rio de Janeiro, até 1° de Julho, de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h. A entrada é gratuita.

turvo turvo

a turva

mão do sopro

contra o muro

escuro

menos menos

menos que escuro

menos que mole e duro

menos que fosso e muro: menos que furo

escuro

mais que escuro:

claro

como água? como pluma?

claro mais que claro claro: coisa alguma

e tudo

(ou quase)

um bicho que o universo fabrica

e vem sonhando desde as entranhas*

Um poeta multifacetado, muitas vezes não conhecido pelo grande público, seu lado bem-humorado é retratado por grandes cartunistas brasileiros, e sua obra dedicada a crianças e jovens está presente em um núcleo específico. Uma parte da exposição reproduz o ateliê do poeta e convida o público a ler os livros publicados por Ferreira Gullar. Sua nova produção artística, em artes plásticas, se faz presente por meio de colagens em relevo realizadas em metal e aço.

Caminhar pelo espaço onde estão dispostos os materiais do poeta promove uma viagem profunda na vida do autor e na história do país. Com curadoria do pesquisador Augusto Sérgio Bastos e da poeta Claudia Ahimsa, e produção Fase 10, o projeto trás ensaio inédito realizado pelo fotógrafo Marcelo Magalhães no ateliê do artista e, também uma entrevista exclusiva para a exposição.

*Trecho de Poema Sujo, de Ferreira Gullar.

Galeria BNDES

Avenida República do Chile 100 (próximo ao Metrô Carioca)

De 11 de maio a 1º de julho

De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h

Visitas guiadas

De segunda a sexta-feira, às 12h30 e às quartas e quintas, às 18h15.

Não é necessário agendamento prévio.

Entrada gratuita.

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo