Experiências
Gisberta

Gisberta

Luis Lobianco Encabeça monólogo sobre personagem trans

Em Gisberta, a decisão do ator de não interpretar a personagem título se deu pela escolha de que ao ser um contador ela não seria reduzida a seus contornos e sim cada vez mais humanizada e multifacetada para ser percebida pelo público. Não uma representação da personagem e sim a apresentação dela por meio de seu entorno, dos personagens que passaram por ela e compõem essa história. O espetáculo Gisberta com Luis Lobianco traça a história de Gisberta Salce Junior, morta em Portugal na Cidade do Porto em 2006 por um grupo de 14 jovens de 12 a 16 anos. Sua trágica morte originou mudanças no sistema legislativo português relacionado a transfobia, abriu debates e proporcionou direitos aos transexuais.

O projeto teatral é o primeiro a falar da personagem no país, outra montagem ocorreu em Portugal. Gisberta ficou conhecida na voz de Bethânia ao interpretar a música Balada de Gisberta de Pedro Abrunhosa.

Um ator, três músicos, assim é Gisberta de Lobianco, em tempos onde é crescente a morte de travestis e transexuais no país é um espetáculo teatral, um manifesto social e um ato político ao falar sobre o outro, ao dizer do que não é visto.

A direção é de Renato Carrera, texto de Rafael Souza-Ribeiro e produção de Claudia Marques, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil- RJ.

Serviço

Gisberta
Onde: CCBB-RJ
R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro – RJ
Quando: de quinta a domingo às 19h 30 min até 30/04
Quanto: R$ 20
Classificação: 14 anos

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo