Experiências
Los Carpinteros: Objeto Vital

Los Carpinteros: Objeto Vital

Em exposição no CCBB Rio, artistas cubanos mostram o choque entre função e objeto

O Centro Cultural do Banco do Brasil recebe até 2 de agosto a exposição Los Carpinteros: Objeto Vital. Com curadoria de Rodolfo de Athayde, a mostra traz mais de 70 obras do coletivo fundado em 1992 que reunia – Marco Castillo, Alexandre Arrecha e Dagoberto Rodriguez. O nome “Los Carpinteros” foi atribuído aos artistas por alguns de seus colegas, em virtude da empatia com o material trabalhado e com o ofício que foi resgatado como estratégia estética.

Essa é a maior exposição já montada pelo coletivo cubano. Apresenta três eixos temáticos: objeto do ofício, objeto possuído e espaço-objeto. A exploração do objeto causa estranheza, se utilizam da arquitetura, do design, da escultura, para explorarem o objeto de forma crítica, sagaz e bem-humorada. O público poderá acompanhar todas as fases do coletivo, desde a década de 1990 até obras inéditas, feitas especialmente para esta exposição.

Obra de arte que reproduz a ilusão de instrumentos musicais sendo derretidos | Los Carpinteros: Objeto Vital
Reprodução da Internet

Com a exposição dividida em três eixos, os temas das obras ficam explícitos para entendimento do público, levando ao encontro assertivo da obra com o expectador. O objeto é o protagonista nessa exposição, seja ele objeto do ofício, dedicado a primeiro período do coletivo, a instalação tem o objeto como protagonista desta exposição, sendo forçado a uma constante metamorfose pela ideia artística: imaginado em desenhos, projetado e testado nas maquetes tridimensionais ou alcançando sua vitalidade máxima como utopia realizada nas grandes instalações determinado pela manufatura artesanal de objetos inspirados pelas vivências do cotidiano e o uso intensivo da aquarela como parte do processo de visualização da ideia inicial da obra.

Obra de arte que reproduz um letreiro, em que se lê "Me cago en el corazon de tu madre" | Los Carpinteros: Objeto Vital
Reprodução da Internet

No segundo momento, o objeto possuído é apresentado o momento em que o trabalho de do coletivo começa a ganhar representatividade em importantes coleções no mundo com obras que, para além das problemáticas especificamente cubanas, falam de questões existenciais universais. Muitos dos projetos ambiciosos que tinham sido esboçados no papel são materializados nesse momento com a abertura de novas perspectivas.

Obra de arte que reproduz a sensação de uma estante com uma reentrância na parte central | Los Carpinteros: Objeto Vital
Reprodução da Internet

Na última parte da exposição Los Carpinteros dedicam atenção à arquitetura e às estruturas, subvertendo o urbano e seu entorno, modificando a forma de percepção, funcionalidade e contexto. O espaço também tem grande importância na obra deles, com apelo político, letreiros fazem referência a momentos e falas históricas. Há muita coisa a se pensar com humor e crítica na exposição, é um tempo ganho de reflexão sobre arte, cultura e política, os quais se bem aproveitados podem ser utilizados para refletir sobre nosso caos atual.

Los Carpinteros: Objeto Vital
Local: CCBB Rio de Janeiro (Rua Primeiro de Março, 66 – Centro)
Data: até 2 de agosto
*Entrada Franca

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo