Atitude
Moda Sustentável

Moda Sustentável

Estilo com responsabilidade social

Incorporar valores de consumo consciente e personalidade à moda na busca pelo equilíbrio entre ela e o consumo já podem ser percebidos. A indústria vem se adaptando a produção sustentável por meio da utilização de materiais orgânicos e formas de produção menos industrializadas, retomando a produção manual, com foco na responsabilidade social agregada à produção e o “make yourself”.

Não é de hoje que as grandes marcas e estilistas tentam encontrar um jeito de produzir peças que não explorem os recursos naturais de forma predatória, com os consumidores mais engajados tornou-se possível fazer roupas que aliassem design, tecnologia e ecologia.

A moda engajada ganhou espaço em todo o mundo. A estilista inglesa Vivienne Westwood, responsável pela moda punk e new wave modernas, desenvolveu um manifesto em prol do consumo com qualidade e não com quantidade. “Temos que comprar menos e escolher melhor”, afirma.

estilista inglesa Vivienne Westwood

Stella McCartney, filha do músico Paul McCartney, apresentou coleções luxuosas sem o uso de couro de vaca e peles de animais, criou uma linha exclusiva para a Adidas produzida com tecidos de PET reciclado e algodão orgânico, e desenvolveu uma linha de lingerie feita somente com a fibra natural. E mesmo com as suas lojas abastecidas por energia eólica e utilizando sacolas de papel reciclado ou feitas de milho biodegradável para entregas.

linha de lingerie feita somente com a fibra natural

No outro extremo do mercado da moda as cooperativas de moda produzem de forma consciente, sustentável e agregam ainda a ação social como fator importante dentro da cadeia de produção. A moda fusão proposta por Nadine González e Andrea Fasanello no Projeto Casa Geração, reafirma essa necessidade de ensino e troca de conhecimentos como transformador social. O projeto já conhecido fomenta a formação de novos criadores de moda.

Recentemente os trabalhos dos estilistas do projeto foram apresentados em Paris e em São Paulo na Casa de Criadores. Esse movimento deixa explícito o quanto o mundo da moda se dinamizou com a entrada desses conceitos sociais e de produção, deixando de ser vertical e se tornando horizontal propiciando a troca entre grandes marcar, cooperativas e jovens estilistas, todos prezando pelo consumo consciente.

Projeto casa Geração

Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo