Beleza

Os figurinos marcantes de Almodóvar

Listamos 7 filmes onde os figurinos marcam a união entre o cinema e a moda

Recentemente lançado o filme Julieta (2016) do cineasta espanhol Pedro Almodóvar, recebeu elogios não só pelas interpretações precisas, fotografia e roteiro, como também pelo figurino, parte chave para entendimento e concretização da história. Almodóvar é reconhecido pela palheta de cores marcantes tanto na cenografia quanto no figurino de suas obras, desde o início foi tido como transgressor e também kitsch. Sua estética foi sendo aprimorada e se apropriando do universo da moda a favor de seus personagens, servindo até mesmo como interlocutor de suas histórias.

A cinebiografia do diretor aborda o universo feminino em diversos aspectos e de forma muitas vezes inusitadas. As protagonistas de seus filmes são carregadas de referências que ele busca nas artes visuais, grandes ícones da moda e em estrelas de cinema de outrora. Com 20 filmes lançados pode-se afirmar que ele retrata o universo feminino de forma contundente. E pensemos neste universo não somente na mulher, mas no gênero feminino, na forma de se relacionar como mundo, pensar a vida, agir, os anseios e tudo que envolve a parte feminina tanto dos homens como das mulheres.

Em Julieta (2016), Almodóvar traça a linha cronológica das personagens por meio dos figurinos, os anos oitenta são retratados por meio da caracterização, logo os noventa e por fim ao dias atuais. Assim como nos demais filmes a importância do que cada ator veste é nítida, mostrando na forma o que cada um diz do personagem. Abaixo você confere sete figurinos marcantes escolhidos de algumas obras do diretor.

1. De Salto Alto (1991)

Os tailleurs da grife Chanel, grife assinada por Karl Lagerfeld, marcaram o filme. A personagem Rebeca, vivida pela atriz Victoria Abril usou um tailleurs rosa e também óculos da mesma grife. Logo a primeira cena do filme é um foco na logomarca, os “C”s entrelaçados, nas hastes dos óculos escuros usados por Victoria. Na mesma cena, ela usa tailleur de tweed, bolsa 2.55 e um broche super clássico da grife.

De Salto Alto: Reprodução
De Salto Alto: Reprodução

2. Kika (1993)

Jean Paul Gaultier cria figurinos exclusivos para o filme Kika, traduzidos na personagem título. Irreverentes os looks marcaram o filme, e os figurinos de cinema. Quem não lembra do icônico vestido de Kika, personagem da atriz Victoria Abril, uma celebridade televisiva que se vestia como se tivesse vivido uma catástrofe?

Kika/reprodução
Kika/reprodução

3. Má Educação (2003)

A feminilidade veio à tona em Gael Garcia Bernal ao viver a travesti Zahara em Má Educação. Numa noite de show ela dubla a música “Quizas, quizas, quizas”, na voz Sara Montiel, ícone da canção romântica, com vestido deslumbrante criado por Jean Paul Gaultier. Reluzente o vestido em estilo nude, brilhoso de cima a baixo reproduzia o corpo nu se Zahara. Icônico!

FOTO: Má educação/Reprodução
FOTO: Má educação/Reprodução

4. Volver (2005)

Penélope Cruz é eleita como musa do cineasta no filme Volver. Os figurinos de Raimunda, protagonista que se comunica com a mãe morta e precisa se desvencilhar do cadáver do marido, foram inspirados em Sophia Loren, atriz ícone do cinema mundial e principalmente símbolo da mulher forte italiana. Cardigãs, saias justas na altura do joelho e decotes compõem o visual da protagonista.

Volver/Reprodução
Volver/Reprodução

5. A Pele que Habito (2009)

A parceria entre Almodóvar e Gaultier continua. Desta vez menos Kitsch e mais sofisticada aparece no figurino estilo segunda pele usado por Elena Anaya. Os demais figurinos também são assinados por Gaultier. Vale lembrar do guarda roupa de Carmen Maura e de seu filho.

A pele que habito/reprodução
A pele que habito/reprodução

6. Abraços Partidos (2011)

Chanel cria looks personalizados para vestir Penélope Cruz para o filme. Segundo o diretor a marca francesa foi uma das melhores invenções do século XX. Podemos perceber as nuances que a marca proporciona para a personagem em sua jornada cinematográfica.

Abraços Partidos/Reprodução
Abraços Partidos/Reprodução

7. Julieta (2016)

Em Julieta, mais do que nunca o figurino auxilia na jornada dos personagens e nos saltos de tempo propostos pelo diretor. Michelle Jenner que vive a jornalista Beatriz, que tem uma relação conturbada com Julieta (Emma Suárez/Adriana Ugarte), protagonista da trama, usa looks Dior. Em um único take ela pode ser vista com um terno vermelho, cor ícone, nos filmes de Almodóvar, com brincos Dior Tribale e a bolsa Diorama.

Julieta/Reprodução
Julieta/Reprodução
Inscreva-se na Newsletter do site da Cleo